Últimas Notícias

foguete de empresa sul-coreana é lançado no CLA

O foguete sul-coreano HANBIT-TLV foi lançado do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) no Maranhão. Foto: Divulgação/FAB
O foguete sul-coreano HANBIT-TLV foi lançado do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) no Maranhão. Foto: Divulgação/FAB

ALCÂNTARA – A Força Aérea Brasileira, em parceria com a empresa sul-coreana Innospace, realizou no inicio da tarde deste domingo (19) o lançamento do foguete HANBIT-TLV. O foguete transportou carga útil 100% brasileira. Esta é a primeira vez que o Brasil realiza um lançamento experimental em conjunto com uma empresa privada de outro país.

A Operação Astrolábio aconteceu a partir do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), no Maranhão. A operação é resultado da parceria entre o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) e a empresa privada sul-coreana Innospace.

Com o lançamento do HANBIT-TLV, o CLA chega ao 500º lançamento em 40 anos de história, apoiando inúmeros experimentos tecnológicos complexos e multidisciplinares.

Assista ao vídeo do lançamento:

New Space

New Space é um conceito atual no mercado espacial que prioriza o lançamento de satélites menores e mais leves, planejados para orbitarem por períodos mais curtos, o que diminui o tempo de fabricação e, principalmente, o custo dessas cargas úteis, além de potencializar o desenvolvimento de pesquisas espaciais devido à constante atualização das tecnologias envolvidas e a facilidade crescente na miniaturização e utilização de novos componentes.

Sobre a carga útil

O foguete sul-coreano é equipado com a carga útil denominada Sistema de Navegação Inercial (SISNAV), desenvolvida pelos militares e profissionais civis do Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), com o apoio da Agência Espacial Brasileira (AEB).

O SISNAV é um experimento tecnológico brasileiro essencial para a navegação autônoma de foguetes, que permitirá ao Brasil um grande passo em direção à independência no desenvolvimento de veículos para lançamentos de satélites de todos os tipos. O Projeto SISNAV está inserido dentro do Sistema de Navegação e Controle (SISNAC), previsto para o Veículo Lançador de Microssatélites (VLM) da FAB, focado em órbitas baixas do New Space.

Essa missão propicia o desenvolvimento técnico e operacional das equipes envolvidas no que tange à tecnologia de propulsão híbrida, avaliação do desempenho em voo do SISNAV e sistemas de rastreio, transmissão e recebimento de dados. Dessa forma, o Programa Espacial Brasileiro será fortalecido, mostrando ao mundo a capacidade do Brasil de desenvolver tecnologias aeroespaciais.

Tentativas anteriores

O lançamento estava marcado para acontecer em 15 de março, mas precisou ser adiado, devido às condições meteorológicas. As equipes tinham até 21 de março para fazer a operação dentro da ”janela’ de lançamentos’ – período no qual a Terra está numa posição considerada ideal.

No dia 21 de dezembro de 2022, o lançamento do foguete HANBIT-TLV precisou ser adiado devido à uma questão de ordem técnica. De acordo com o CEO da Innospace, Kim Soojong, diversas ações foram planejadas e implementadas para que a próxima tentativa possa ocorrer de forma eficaz. “Assim como para o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), a segurança também é uma prioridade para a Innospace. Estamos confiantes de que teremos um lançamento seguro e bem-sucedido”, comentou Kim Soojong.

Antes, a mesma operação foi adiada duas vezes por conta de problemas na válvula do foguete e também pelas condições meteorológicas consideradas inadequadas.

 

 

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o
Imirante nas redes sociais
Twitter,
Instagram
e
TikTok e
curta nossa página no Facebook e Youtube.
Envie informações à Redação do Portal por
meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.