Sobe para 175 o número de mortos no RS após chuvas

Subiu para 175 o número de mortos pelas enchentes no Rio Grande Sul. Mais dois corpos foram localizados nessa segunda-feira (10). Um, em Teutônia, no Vale do Taquari; e outro, em Agudo, na região Central próximo à Santa Maria.

Após 40 dias, o Rio Grande do Sul tem 478 municípios afetados e mais de 423 mil pessoas desalojadas. Quase 19 mil estão em abrigos provisórios. Foram afetadas de alguma forma pela tragédia ambiental 2,3 milhões de pessoas. 38 seguem desparecidas. 

A Defesa Civil diz que a chuva deve retornar ao estado na sexta-feira e perdurar até a segunda-feira.

Agora, a preocupação das autoridades é adquirir livros e material escolar para crianças e jovens da rede estadual de ensino, que foi bastante afetada pelas enchentes. Por isso, o governo do Rio Grande do Sul iniciou a campanha Mochila Cheia.

A meta da Secretaria Estadual da Educação é arrecadar o suficiente para montar cerca de 100 mil kits escolares completos que possibilitem que os estudantes voltem às aulas em boas condições.

Podem ser doados mochilas, cadernos, conjuntos de lápis de cor e canetas hidrocor, apontadores, giz de cera, borrachas, calculadoras, réguas e garrafas para levar água.

Os kits serão feitos de acordo com a idade e a série escolar do aluno.

E para recompor o acervo de 138 bibliotecas das escolas afetadas, a Secretaria estima que serão necessários mais de 48,6 mil títulos de literatura brasileira e universal em bom estado. A intenção é arrecadar, aproximadamente, cinco exemplares por aluno e atingir a meta de 245 mil livros doados.

A relação dos literatura infanto juvenil está disponível no site da Seduc.

Os pontos de coleta no interior serão organizadas pelas Coordenadorias Regionais de Educação, já em Porto Alegre será na Escola Estadual Maria Thereza da Silveira.

*Com informações da Agência Brasil